Artigos

O Toque de Deus
O Segredo da saúde Total da Mulher
Precisa-se de Pastores
O circo evangélico das imagens
Estamos no mesmo barco
Campanha Mundial de Oração 2011 - Guia
A fé que me ensina a viver

Newsletter

Informativos

Publicidade
compaixao

O circo evangélico das imagens

A crise que estamos mergulhados no protestantismo atual, é uma crise de identidade, conteúdos e uma crise de propósitos.
Pois o que mais está valendo hoje é o sucesso ministerial que é medido por títulos, números, oportunidades e poder.
O que vale mesmo é a imagem, o que os outros acham que sou, a moda, as demandas ministeriais, a agenda.
E cada vez mais aqueles que vivem uma vida sem essas aparências e vivem vidas cheias do fruto do Espírito ficam fora desse circo evangélico que a muito perdeu os seus conteúdos.
Fica-se fora, pois pra esses que vivem com Deus,os fins não justificam os meios e ainda se vive como protestante. Onde as bases ainda são só a graça , só a fé e só as Escrituras.
A crise é que precisamos de homens que busquem a glória de Deus como fator que não vira moeda de troca, homens que tenham a paixão por Deus e pela palavra como prioridades máximas, entretanto o que vemos são pastores, líderes que trocaram sem consciência alguma a glória de Deus pela glória dos homens, a aprovação de Deus pelos aplausos humanos, viraram mercadejadores da palavra, manipuladores da fé e da simplicidade do povo, oferecem um banquete adulterado, com conteúdos trocados e com “meias verdades” evangélicas.
Estamos precisando de uma nova reforma, reforma que nos traga de volta a essência dos conteúdos da palavra.
Precisamos de uma reforma que nos faça valorizar o conteúdo e não somente a embalagem.
Uma reforma que nos faça valorizar a graça, a fé e as Escrituras como bases inegociáveis dentro da nossa prática de vida cristã.
O problema é que ainda estamos inseridos no mundo das imagens e daquilo que é a primeira impressão, passamos a valorizar o que não é em detrimento daquilo que é, aprende-se hoje a viver um evangelho dissimulado mais preocupado com aparências. Nos esquecemos no entanto, que o que conta para Deus é o que vai no coração e não fora dele.
Os evangélicos gostam de cultuar a “imagem”, a performance e a conduta, se esquecem que as ações são maiores que as aparências que elas manifestam, pois o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração.
O que precisamos descobrir na nossa pratica cristã é que Deus nos chamou para sermos, é o que ele diz: Vós sois o sal da terra. Mas ainda gostamos de andar de uma maneira que parece, mas não é. Vós sois é a palavra. Jesus ressalta a importância do ser.
Paulo aprendeu como é que se anda com consciência o caminho de um homem dentro do Caminho, ele disse aos coríntios na sua segunda carta que o desejo do seu coração era que ninguém pensasse dele nada além do que dele visse ou dele ouvisse!
Aí está a grande sacada para uma caminhada que valorize a graça a fé e as Escrituras, ser alguém transparente na sua maneira de viver a fé e expressa-la.
E assim a minha oração a Deus é que a cada dia possamos nos reformar, que a cada dia possamos ser peneirados e moldados para que enfim sejamos libertos do que hoje podemos chamar de circo evangélico das imagens.


© 2010 Ricardo Capler


RSS E-mail Print Comentar

Bíblia Online

Álbuns

» Robert A. Dodoo
» Vineyard - Aniversário 8 Anos
» Aniversário 8 Anos
» Festa das Águas 2014